Pai de primeira viagem

0
15

Tem pai de primeira viagem e os experientes no assunto. Aquele que não compartilha o sangue, mas a alma. Tem o brincalhão, o mais centrado; tem pai de todo o tipo. E agora tem uma exceção, o pai de Covid, aqueles que tiveram e terão seus fi lhos durante a pandemia causada pelo coronavírus.
No próximo domingo, 09 de agosto, comemoramos o Dia dos Pais, e nós do jornal Correio Regional vamos contar a história do casal Gilnei Antônio Viana Paz e Tatiane Denise Goergen, nossos pais de primeira viagem.
Gilnei, ou Nei, está há 15 anos junto com sua companheira. Há alguns
anos, Nei e Tati buscavam o sonho de terem seu primeiro fi lho. Após tentarem por alguns anos, o casal descobriu que as chances de fertilização natural eram poucas, como ela relembra com a voz embargada de emoção.
“Após as tentativas de engravidar naturalmente, recebemos a notícia do médico que teríamos a chance mínima da fertilização. Nesse momento, tomamos a decisão de abrir mão de outras coisas, que a gente acha que é prioridade, como viajar ou trocar de carro, para investir em nosso maior sonho, que era ter um filho e formar uma família, ser mãe e pai”, conta Tati.
Em 2018 o casal tomou a decisão de optar por um tratamento para realizar o sonho de serem pais. O tratamento iniciou no dia 05 de setembro de 2019 na cidade de Passo Fundo. Nei e Tati precisaram se deslocar nove vezes, num tratamento que foi bem longo e exaustivo emocionalmente. “Tu tens que estar muito bem preparado psicologicamente para poder enfrentar isso”, comentam.
Todo o esforço foi recompensado após 60 dias da primeira consulta. “No dia 21 de novembro de 2019 a gente foi buscar a nossa ‘sementinha’. Deu tudo certo”.
A gravidez na pandemia
O resultado positivo trouxe uma alegria imensa para o casal que estava gerando seu primogênito. As expectativas do início da gravidez eram as melhores, com planos, e diversas preparações para esperar o herdeiro da família.
“A gente se via numa alegria enorme, numa expectativa de dividir com todo mundo. A nossa vontade era de sair gritando mundo a fora que tinha dado certo. Nós queríamos dividir isso com as pessoas”, conta a mãe.
Os primeiros meses da gestação coincidiram com outra notícia que afetaria de forma direta o restante da gravidez. Em março, a pandemia da Covid-19, que abalou o mundo chegou no Brasil. O grupo de risco para a doença inclui, também, pessoas grávidas, que era o caso de Tati na época.
“Chegou março, chegou o coronavírus. Foi um ‘baque’. Nos assustamos, tínhamos medo, mas procuramos seguir todas as medidas de prevenção. Se afastamos um pouco dos familiares e dos amigos. Procuramos usar máscara e álcool em gel. Acabei ficando
uns dias em casa e depois voltei para o serviço” disse Tati.
O parto
O papai de primeira viagem teve a oportunidade de acompanhar todos os momentos, principalmente, no dia do nascimento.
O novo integrante da família, Anthony Davi Goergen Paz, nasceu no dia 30 de julho, pesando 3.390 kg. Agora, o tão esperado fi lho veio ao mundo para completar a alegria de Tati e Nei, especialmente para Nei, que já não tem mais seu pai vivo.
“No momento que eu estava segurando a mão dela, foi uma mistura de felicidade com ansiedade para ver o bebê. Quando o doutor o entregou em meus braços foi uma sensação que não tem palavras para descrever. O mundo ganha um novo objetivo, teu pensamento é todo para ele. Isso foi a coisa mais linda e emocionante que aconteceu
na minha vida. E o que mais me deixa sentido é não ter meu pai. Por que ele desejava muito um neto de nós. Nesse momento ele não pode estar aqui. Foi a primeira pessoa que veio na cabeça quando o Anthony nasceu, foi meu pai”, comenta Nei.
Nova Vida
O retorno do casal com o novo integrante para casa foi tranquilo e rápido. O parto ocorreu na quinta-feira, 30, e a família foi liberada no sábado,1º. As visitas nesse primeiro momento estão bem restritas,
devido aos cuidados com a Covid-19. Os avós foram os primeiros a conhecer o novo integrante da família. Depois os tios e os dindos. Mas o casal avisa que assim que todo esse cenário de pandemia passar
irá receber e visitar os amigos e demais familiares.
Sabemos que existem pais de todos os tipos. Pai de primeira viagem, pai que é avô, pai que já tem experiência na dádiva de cuidar, ensinar e proteger seus filhos. Com a história desse casal, o Jornal Correio Regional deixa sua singela homenagem a todos os pais por essa data tão especial. Feliz Dia dos Pais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui