Reunião abordou a estiagem no município

0
9

O prefeito de Boa Vista do Cadeado, Fabio Mayer Barasuol, acompanhado pelos secretários da Agricultura, Meio Ambiente,
Obras, Administração e Educação, estiveram reunidos no gabinete, no último dia 03, juntamente com representantes da EMATER, STR, Câmara de Vereadores, Conselho de Agricultura (CONDAPRO), e representantes da Defesa Civil, para tratar dos danos causados pela estiagem no município, e quais as medidas que deverão ser tomadas.
“Precisamos estar bem embasados para fazer os encaminhamentos ao governo do estado através da Defesa Civil para homologação do decreto de emergência”, concluiu Fabio.
Alguns municípios gaúchos decretaram situação de emergência devido à falta de chuva, outros não tiveram o reconhecimento por parte do governo, devido à complexidade e a forma como deve ser feito os encaminhamentos.
Para ter o decreto de emergência reconhecido, a prefeitura precisa incluir os dados de perdas no sistema estadual da Defesa Civil, danos estes que atingem não apenas a produção primária como soja, milho e leite, mas também a falta de água para o consumo humano.
Todas as informações que o município repassar a Defesa Civil Estadual, será analisado, e posteriormente será deferido ou não
o pedido. Esta análise é criteriosamente conferida, onde o município que não atender a todos os requisitos não terá o seu Decreto homologado.
Após análise do Estado, o Decreto ainda será submetido para avaliação dos técnicos do Ministério da Integração Nacional em Brasília. Posterior a tudo isto o município terá que prestar contas de todas as ações realizadas.
Ficou acertado também durante o encontro no gabinete, que a
EMATER, fará novo laudo técnico e ainda serão abertos mais dois
novos poços artesianos, sendo um na localidade de Esquina
Bronzato e outro na Comunidade São Paulo. Todos esses encaminhamentos estarão por sua vez embasando o documento para o Decreto a ser emitido.
No dia de hoje, 10, a partir das 14h, acontece mais uma reunião, desta vez com a participação de integrantes da Defesa Civil do Estado. A Prefeitura não descarta a possibilidade de nos próximos dias haver o racionamento de água na área urbana do município. Desta forma pedimos o uso consciente da mesma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui