Vacina contra aftosa perto do fim

0
14

Os auditores do Ministério da Agricultura, em setembro de 2019, percorreram o Rio Grande do Sul avaliando as condições da fiscalização sanitária para conter, por exemplo, um eventual foco da doença. O resultado desse trabalho de campo foi entregue governo e tudo indicada que o Estado se encaminha para o fim da vacinação contra a febre aftosa.

A contratação emergencial de 150 funcionários para reforçar a área administrativa das inspetorias veterinárias está entre as ações que o Rio Grande do Sul terá que prever para retirar com segurança a vacinação. Outra necessidade é ampliar a frota de veículos do setor, o que também exige um plano de ação por parte do governo estadual.

Em reunião realizada na terça-feira, 21, a secretaria de Agricultura afirmou que vai promover 19 seminários no interior, destinados a levar informações sobre o processo de retirada da vacinação. Os encontros ocorrerão entre os dias 14 e 16 de fevereiro.

Entre as recomendações feitas pelo Mapa, estão à modernização e o ajuste do Sistema de Defesa Agropecuária da secretaria e a padronização no cumprimento de metas dos programas de sanidade animal. Dependendo da evolução do processo, o Estado poderá antecipar a etapa de 2020 da vacinação, de maio para março, imunizando os animais nascidos após o encerramento das campanhas de 2019.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui