Município realiza levantamento de perdas em função da estiagem

0
143

No último dia 08, a Secretaria da Agricultura, a Emater/RS-ASCAR, o Conselho Agropecuário, empresas locais e produtores se reuniram para estimar as perdas agropecuárias decorrentes da estiagem.
O cenário dos últimos meses no município é de chuvas abaixo da média nos meses de agosto e setembro, excesso de chuva em outubro (mais de 400 milímetros) e dentro da média em novembro. Já no mês de dezembro, o acumulado de chuva, na sede do município, foi de apenas 33 milímetros, sendo que, a última precipitação significativa foi registrada no dia 26 de novembro.
As perdas são decorrentes das dificuldades de implantação das culturas de soja, milho e pastagens e nos últimos meses em função do déficit hídrico e das temperaturas elevadas, que prejudicaram significativamente a produção do milho, grão e silagem. Na soja, o crescimento vegetativo foi limitado, refletindo em plantas com o porte reduzido que iniciaram a floração e a formação de vagens mais precocemente. E na bovino cultura do leite, as perdas ainda não tão significativas até o momento em função das reservas de alimento,
mas estas perdas iram se acentuar significativamente nos próximos meses. Portanto, a prefeitura municipal com base nesse levantamento de perdas terá elementos para encaminhar o decreto de situação de emergência.
O prefeito Fabio Mayer Barasuol, participou no dia 9, no auditório da Famurs, juntamente com prefeitos, secretários e outros gestores municipais de uma reunião para verificar demandas e problemas que o Estado está enfrentando com a falta de água. Depois de estabelecer o levantamento de perdas, o documento será enviado aos governos estadual e federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui